ELEFANTE
ELEGANTE



O Elefante Elegante cria espectáculos de teatro visual baseados no gesto e no movimento.  

As suas criações visam a universalidade, surgindo da fusão de diferentes linguagens: o teatro físico, a dança, as artes plásticas e as artes visuais. 
 
A compañia, de origem galego-portuguesa, foi criada em 2007 por María Torres e Gonçalo Guerreiro e tem a sua sede na Galiza. Nasce para dar forma artística às suas inquietações sociais e existenciais.

O Elefante Elegante começou como um projecto experimental no ano 2000 com o nome de Teatro Escondido. Este projecto viajou durante sete anos entre a Galiza, a Bélgica e Portugal e dele faziam parte actrizes e actores de diferentes países europeos. A sua interpretação baseava-se no jogo corporal com o objectivo de desenvolver uma linguagem teatral universal. 

Estes anos de experimentação foram fundamentais para que pudesse nascer o Elefante Elegante. Os seus espectáculos têm sido acolhidos na Galiza, em Portugal, na Bélgica, na Suiça, em França e em Itália. 


Maria Torres

Atriz, co-diretora


Nasceu em 1975 em Palma de Mallorca e foi para a Galiza com nove meses. Licenciou-se em Ciências Empresariais na Universidade da Corunha. 

Em 1998 realizou uma pós-graduação em Arte Dramática organizada pela Universidade de Santiago de Compostela. Trabalhou como actriz em várias companhias galegas como o Teatro da Bufarda, Catrabucha Teatro, Espello Concavo, Trinke Trinke e Teatro do Alacrán.

Em 1999 iniciou uma viagem por Europa que durou sete anos e que a levou a conhecer importantes mestres: Estudou Commedia dell’Arte com António Fava em Italia e Teatro Antropológico com Eugénio Barba em Sevilha e na Polónia. Com uma bolsa da Deputación da Coruña diplomou-se na École Lassaad, em Bruxelas, que segue a linha pedagógica de Jacques Lecoq do estudo do movimento. 

No cinema trabalhou com os realizadores Rosana Vazquez, Pablo Llorca e Batriz del Monte. María Torres é actriz e co-directora artística do Elefante Elegante Teatro.

Gonçalo Guerreiro

ator, co-diretor


Nasceu em Lisboa em 1974. Concluiu o curso de formação de actores na Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa depois de passar pela Real Escuela Superior de Arte Dramático de Madrid com uma bolsa do Ministério da Educação português. 

Trabalhou como actor nas companhias portuguesas A Barraca e Teatro do Montemuro. Encenou espectáculos do Teatro Escondido, da Compagnie Imagerie e da Compagnie Blablablah na Bélgica. 

É diplomado pela École Lassaad, em Bruxelas, onde heredou a pedagogia de Jacques Lecoq do Teatro de Movimento. Estudou Commedia dell’Arte com António Fava em Italia e Antropologia Teatral com Eugénio Barba na Polónia, Dinamarca e Portugal. Além da sua actividade pedagógica, Gonçalo Guerreiro é actor e co-director artístico do Elefante Elegante Teatro.